top of page
6195938.jpg
Raghini
Raghini.jpeg

Raghini

Tendo a família como referência artística, começa na infância sua relação de amor e curiosidade com a música.

Aos 9 anos, fascinada ao escutar a gravação de um trio instrumental, decide estudar flauta. Com 11 anos se inscreve num teste para ingressar na Escola de Formação para Professores de Música da sua cidade natal, Mar Del Plata, aonde se forma 7 anos depois, com especialização em flauta transversal. Após trabalhar 2 anos como professora, chega ao Brasil guiada pela vontade de conhecer mais.

Em companhia de amigos músicos de diferentes nacionalidades, vai aprendendo e desenvolvendo a profissão de vocalista. Trilha esse caminho de melodias, comunicação e cura por mais de 25 anos. Atualmente, canta, reza e toca no Templo Mãe D’água. Participa ativamente no centro desde sua chegada à Chapada dos Veadeiros, onde reside desde o ano 2000.

Trabalha com seu conterrâneo Ninad, produtor musical, com quem se uniu em parceria musical realizando projetos que juntam a sonoridade eletrônica à orgânica, a dança ao despertar da consciência.

Sua participação na banda Mantric Mambo tem levado Raghini ao encontro perfeito entre a música e a espiritualidade, a professora e a aprendiz. Sua voz cheia de emoção, suas composições musicais, sua poesia e devoção continuam a se espalhar pelo mundo.

6195938.jpg
Ambika
Ambika.jpeg

Ambika

Brasileira, vive na Chapada dos Veadeiros há 26 anos. É vocalista e compositora.

Tem uma profunda conexão com as medicinas sagradas e com a oração como uma forma de se comunicar com o sagrado. Suas músicas são preces, realizações e ensinamentos recebidos ao longo da sua jornada.

É professora de canto com formação em pedagogia e fisiologia vocal, incessante pesquisadora das ciências da voz. Vê o canto como um canal de expressão curador, onde temos a possibilidade de nos conectar com vibrações harmoniosas, e abrir espaços internos para acessar as frequências da alma.

Tem se dedicado nos últimos anos a compartilhar deste conhecimento, em aulas e vivências de canto, em uma metodologia que concebeu, auxiliando outras pessoas a experienciar o poder curador do cantar. Ambika tem um forte chamado de reunir pessoas com um propósito em comum. Já conduziu organização de diversos festivais de música, dança e medicinas sagradas.

 

É também professora de Ioga e Pilates, e eterna estudante da anatomia do movimento, da biomecânica, e da saúde em todos os níveis.

6195938.jpg
Ninad
Ninad.jpeg

Ninad

Compositor e produtor musical. Toca violão, charango e baixo.

Vem de uma família com uma forte conexão com a música regional da sua terra natal, as Pampas Argentinas.

Depois de tocar em algumas bandas, viajou pela América do Sul, onde entrou em contato com as medicinas sagradas, a espiritualidade, a cosmovisão nativa, e as raízes profundas da música popular do continente.

No Brasil, na segunda metade dos anos 90, estudou a música da Bahia. Se aprofundou nos ritmos sul-americanos, ao mesmo tempo que se conectou com a música eletrônica, começando a fundir todas essas influências.

Desde o ano 2000 é parte da banda do Templo Mae D’água, participando na formação desse estilo único que caracteriza o Mantric Mambo. Trabalha profissionalmente como produtor de música eletrônica, sendo um dos pioneiros deste estilo no Brasil.

No seu estúdio de Alto Paraiso de Goiás tem produzido os álbuns do Mantric Mambo, assim como álbuns de outros artistas. Como o emblemático “Transformando a Tradição”, do pajé e cantor Huni Kuin “Ninawa Pai da Mata”.

Como parte do seu compromisso com o resgate e preservação das antigas tradições do conhecimento sagrado pré-colombiano, participa atualmente da “Danza del Sol”, em Karal (Peru).

6195938.jpg
Pablo
Pablo.jpeg

Pablo

Nascido em Buenos Aires e criado no Brasil.

Há 30 anos escolheu a chapada dos Veadeiros como morada. Compositor, toca violão, viola caipira e guitarra elétrica. Tem como missão ser guardião da Medicina Sagrada do Templo Mãe D’água. Conectado com as plantas e os seus ciclos desde bem jovem.

 

Plantador, conhecedor da fauna e flora da Chapada dos Veadeiros, e de outros lugares pelo mundo por onde andou.

Tem uma forte conexão com os animais, principalmente com os cavalos, convivendo no seu dia-a-dia com a arte de se comunicar com a sabedoria sutil destes seres.

Sua conexão com a natureza e com os animais inspiram suas composições musicais.

Desde pequeno estuda violão e guitarra. Já participou de algumas bandas, mas se reconheceu mesmo dentro da musicalidade do Mantric Mambo, onde também iniciou seus estudos com a viola caipira e desenvolveu seu estilo próprio de tocar.

 

Faz a fusão de estilos folclóricos regionais de diferentes culturas com um estilo intuitivo que representa a essência das suas composições.

6195938.jpg
Ion
Ion.jpeg

Ion

Brasileiro, morou em Olinda por mais de 10 anos. Lá iniciou seus estudos com instrumentos de sopro e percussão com grandes mestres da música popular Pernambucana. Reside em Alto Paraíso há 30 anos.

Entre os anos 94 e 99 participou do grupo musical “Inti”, onde realizou um profundo estudo com Músicas Andinas e instrumentos de sopro tradicionais (como Zampoña e Quena).

Integrante do Mantric Mambo há mais de 15 anos. Tráz a atmosfera Andina nos arranjos com a Zampoña, além dos ritmos tocados no Djembé e Berimbau.

Guia, empresário na área do turismo e fotógrafo. Há mais de 20 anos registra a Chapada dos Veadeiros através das suas lentes.  Possui um grande acervo de imagens da região, incluindo aspectos naturais e culturais.

 

Participa na formação de Guias e Agentes de Ecoturismo da região.

Desenvolve trabalhos de inclusão Social com comunidades tradicionais Quilombolas (Kalunga), e Indígenas (Kaxinawa).

6195938.jpg
Samir
310160704_541664551222406_8937620176873969366_n.jpg

Samir

.............

............

..............

bottom of page